Construção da primeira fossa biodigestora do Kaapora

Estamos realizando as obras das instalações da micro ETE residencial do Projeto Kaapora. Para tanto, escolhemos dentre as tecnologias disponíveis, as mais práticas, baratas e eficientes, de modo que possam ser testadas e futuramente apresentadas em projetos socioambientais.

Um bom projeto de final de semana, para sua diversão no campo.

Continue Lendo “Construção da primeira fossa biodigestora do Kaapora”

Projeto recebeu visita de Som Santana

O Projeto Kaapora recebeu hoje pela manhã a visita de Som Santana, membro de nossa comunidade e Coordenador do MUPOIBA. Pensamos juntos estratégias de parceria para apoio à comunidade Pataxó Hãhãhãe em questões de desenvolvimento sustentável, e Som se dispôs a colaborar conosco para conseguirmos apoio para o Projeto Kaapora. Andamos pelo SAF que está em fase de plantio de árvores, e Som se disponibilizou para doar mudas de árvores nativas para os trabalhos de recuperação ambiental do projeto. Continue Lendo “Projeto recebeu visita de Som Santana”

Mulher indígena cria primeira APA e incentiva juventude a proteger o meio ambiente na Bahia

 

Na última sexta feira,03/05, foi comemorado o dia do Pau Brasil, cujo nome está estreitamente relacionado ao de nosso país, e que foi por muitos anos utilizada pelos europeus como fonte de pigmento.
Reconhecendo a importância simbólica desta data, a professora Luzineth Pataxó da Escola Estadual da Aldeia Indígena Caramuru, visitou com os alunos do terceiro ano a área de reflorestamento do Projeto Kaapora e a APA Kaapora. O Projeto Kaapora é um projeto da comunidade Pataxó Hã hã hãe, e foi criado por iniciativa da cineasta, jornalista e produtora Yawar Tupinambá, cujo nome de registro é Olinda Muniz Wanderley, juntamente com seu esposo Samuel Wanderley que é antropólogo. É a primeira APA indígena criada por uma mulher indígena.Recentemente a comunidade Pataxó Hã hã hãe decretou como  Área de Proteção Ambiental (APA), parte da área do projeto Kaapora, foi redigido um decreto estabelecendo limites, condições de uso e ordenamento do espaço, determinando a indígena Yawar, como sua gestora, dando a ela a obrigação de fazer valer a vontade da comunidade. O documento foi assinado por Caciques e anciões indígenas no último dia 19 de abril.

Continue Lendo “Mulher indígena cria primeira APA e incentiva juventude a proteger o meio ambiente na Bahia”